Economia Política da Pena e Neoliberalismo:

o big government carcerário

Autores

  • Jackson Silva Leal Universidade do extremo Sul Catarinense – PPGD/UNESC

Palavras-chave:

economia politica da pena, encarceramento em massa, neoliberalismo, capitalismo periferico, criminologia critica

Resumo

Este trabalho apresenta-se como um esforço teórico preliminar que pretende problematizar a função da prisão dentro da organização social neoliberal. Para isso busca-se um aprofundamento criminológico da definição de neoliberalismo enquanto construção teórica e sociopolítica para compreender o momento atual desde a perspectiva do capitalismo periférico e dependente brasileiro e latino-americano. Portanto este trabalho apresenta-se como pesquisa bibliográfica desde um viés critico reflexivo, que tem como objetivo fundamental contribuir com elementos analíticos para a compreensão da problemática do encarceramento em massa na periferia do capitalismo e como essa política cambia a própria compreensão de finalidade da pena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jackson Silva Leal, Universidade do extremo Sul Catarinense – PPGD/UNESC

Professor permanente do Programa de Pos-graduação (mestrado) em direito da Universidade do extremo Sul Catarinense (PPGD/UNESC). Doutor em direito (UFSC). Coordenador do Grupo Andradiano de Criminologia Crítica (UNESC). Membro da Comissão Seccional de Assuntos Prisionais e coordenador regional da mesma comissão, junto a Seccional de Santa Catarina de OAB.   Email: jacksonsilvaleal@gmail.com

Referências

COHEN, Stanley. Visiones de control social: delitos, castigos y clasificaciones. Barcelona: PPU, 1988.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova Razão do Mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016.

DUMÉNIL, Gerard; LÉVY, Dominique. A crise do Neoliberalismo. São Paulo: Boitempo, 2014.

CHRISTIE, Nils. Los Limites del Dolor. Ciudad de Mexico: Fondo de Cultura Económica, 1988.

EVERS, Tilman. El Estado en la periferia capitalista. Ciudad de Mexico/Madrid/Buenos Aires/Bogota: Siglo XXI edito res, 1979.

FELETTI, Vanessa Maria. Vende-se Segurança: a relação entre o controle penal da força de trabalho e a transformação do direito social à segurança em mercadoria. Rio de Janeiro: Revan, 2014.

GARLAND, David. Castigo y Sociedad Moderna: un estudio de teoria social. Ciudad de Mexico: Siglo XXI, 2010.

HARVEY, David. O Neoliberalismo: historia e implicações. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

POLANYI, Karl. A Grande Transformação: as origens de nossa época. São Paulo: Campus, 2000.

MELOSSI, Dario; PAVARINI, Massimo. Cárcere e Fábrica: a origens do sistema penitenciário (séculos XVI-XIX). Rio de Janeiro: Revan, 2006.

________. Controlar el Delito, controlar la Sociedad: teorías y debates sobre la cuestión criminal, del siglo XVIII al XXI. Buenos Aires: Siglo XXI editores, 2018.

NASH, Silvio Cuneo. El Encarcelamiento Masivo: la imposicion de los modelos hegemônicos – de Estados Unidos a América Latina. Buenos Aires: Didot, 2017.

RUSCHE, Goerg; KIRCHHEIMER, Otto. Punição e Estrutura Social. Rio de Janeiro: Revan, 2008.

SIMON Jonathan. Governando, através do crime. In: CARLEN, Pat; et al. Criminologias Alternativas. Porto Alegre: Canal Ciências Criminais, 2017.

SYKES, Gresham. La sociedade de los cautivos: estúdio de una cárcel de máxima seguridade. Buenos Aires: Siglo XXI, 2017.

Publicado

2020-02-10

Como Citar

Silva Leal, J. (2020). Economia Política da Pena e Neoliberalismo:: o big government carcerário. REVISTA BRASILEIRA DE EXECUÇÃO PENAL - RBEP, 1(1), 237-255. Recuperado de http://rbepdepen.depen.gov.br/index.php/RBEP/article/view/15