CEM ANOS DE PRISÃO:

Um século do aprisionamento de indígenas Sul-Mato-Grossenses

Autores

  • Ariovaldo Toledo Penteado Junior Departamento Penitenciário Nacional - DEPEN
  • Antonio Hilário Aguilera Urquiza Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Palavras-chave:

Povos indígenas. Direitos humanos. Aprisionamento.

Resumo

O presente artigo foi elaborado com fulcro na pesquisa “O encarceramento de indígenas Sul-Mato-Grossenses: do Icatu à Penitenciária Estadual de Dourados” (PENTEADO JUNIOR & AGUILERA URQUIZA, 2020). No campo metodológico foram utilizados o etnográfico, o genealógico, pesquisa documental e a história de vida, com aspectos quantitativos e qualitativos. No desenvolvimento foi ratificado que o aprisionamento de indígenas sul-mato-grossenses é utilizado pelo Estado Republicano desde sua gênese e ainda que, comumente eclipsado, circunda o espectro do esbulho das terras tradicionalmente ocupadas. Quando encarcerados transitam num sistema legal viciado de inconstitucionalidade, momento em que direitos assegurados são rasteiramente ignorados diante de convicções etnocêntricas por parte de alguns operadores do poder.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-09-08

Como Citar

Toledo Penteado Junior, A., & Hilário Aguilera Urquiza, A. . (2021). CEM ANOS DE PRISÃO:: Um século do aprisionamento de indígenas Sul-Mato-Grossenses. REVISTA BRASILEIRA DE EXECUÇÃO PENAL - RBEP, 2(2). Recuperado de http://rbepdepen.depen.gov.br/index.php/RBEP/article/view/341

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendBySimilarity.heading##

##plugins.generic.recommendBySimilarity.advancedSearchIntro##