A Transferência de Líderes de Organizações Criminosas Aumenta o Crime Local? O Caso de Marcola 

Autores

  • Caique Melo Universidade Federal de Pernambuco
  • Diogo Britto Bocconi University
  • Bladimir Carrillo Universidade Federal de Pernambuco
  • Breno Sampaio Universidade Federal de Pernambuco
  • Gustavo Sampaio Universidade Federal de Pernambuco
  • Paulo Vaz Universidade Federal de Pernambuco

Palavras-chave:

Crime, Controle Sintético, Distrito Federal

Resumo

Marcola, líder da maior e mais poderosa organização criminosa do Brasil, o Primeiro Comando da Capital (PCC), foi transferido para a Penitenciária Federal de Brasília em março de 2019. A transferência teve como objetivo romper os laços do prisioneiro, isolando-o dos outros membros da organização. Neste estudo investiga-se se a chegada do líder do PCC resultou em algum impacto na atividade criminal local. Para tanto, dados do Sistema Nacional de Estatísticas em Segurança Pública e Justiça Criminal e a população de processos criminais (e civis) movidos nas seções de primeiro grau de todos os 27 tribunais de justiça estaduais brasileiros são utilizados. A evolução dos roubos de cargas, roubos/furtos de veículos, crimes de motivação econômica, homicídios e outros crimes violentos é investigada. Os resultados não apoiam a alegação de que a transferência de Marcola teve efeito positivo sobre a criminalidade na região.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caique Melo, Universidade Federal de Pernambuco

Doutorando em Economia, Universidade Federal de Pernambuco. Endereço: Departamento de Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife - PE, 50670-901.

Diogo Britto, Bocconi University

Ph.D. em Law and Economics, Departamento de Economia, University of Bologna. Endereço: Department of Social and Political Sciences, Via Roentgen 1, room 5b11320136,  Milão, Itália.

Bladimir Carrillo, Universidade Federal de Pernambuco

Ph.D. em Economia, Universidade Federal de Vicosa. Endereço: Departamento de Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife - PE, 50670-901.

Breno Sampaio, Universidade Federal de Pernambuco

Ph.D. em Economia, University of Illinois at Urbana-Champaign. Endereço: Departamento de Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife - PE, 50670-901.

Gustavo Sampaio, Universidade Federal de Pernambuco

Ph.D. em Economia, University of Illinois at Urbana-Champaign. Endereço: Departamento de Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife - PE, 50670-901.

Paulo Vaz, Universidade Federal de Pernambuco

Ph.D. em Economia, University of Illinois at Urbana-Champaign. Endereço: Departamento de Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife - PE, 50670-901.

Referências

ABADIE, Alberto; DIAMOND, Alexis; HAINMUELLER, Jens. Synthetic control methods for comparative case studies: Estimating the effect of California’s tobacco control program. Journal of the American Statistical Association, v. 105, n. 490, p. 493-505, June 2010.

ABADIE, Alberto; DIAMOND, Alexis; HAINMUELLER, Jens. Comparative politics and the synthetic control method. American Journal of Political Science, v. 59, n. 2, p. 495-510, Apr. 2015.

ABADIE, Alberto; GARDEAZABAL, Javier. The economic costs of conflict: A case study of the Basque Country. American Economic Review, v. 93, n. 1, p. 113-132, Mar. 2003.

Publicado

2020-09-03

Como Citar

Melo, C., Britto, D., Carrillo, B., Sampaio, B., Sampaio, G., & Vaz, P. (2020). A Transferência de Líderes de Organizações Criminosas Aumenta o Crime Local? O Caso de Marcola . REVISTA BRASILEIRA DE EXECUÇÃO PENAL - RBEP, 1(2), 17-44. Recuperado de http://rbepdepen.depen.gov.br/index.php/RBEP/article/view/dossie1