O processo para contratação de mão de obra de detentos no estado do Espírito Santo

Autores

  • Clemildo de Souza Lima Secretaria de Estado da Justiça -SEJUS

Palavras-chave:

Reeducando, Trabalho, Ressocialização

Resumo

Esta pesquisa visa explicitar os procedimentos legais e administrativos para que empresas privadas e órgãos públicos possam absorver mão de obra de prisioneiros do sistema prisional do Estado do Espírito Santo, assim como acentuar a importância do labor para a reinserção social destes. Nesse sentido, o estudo objetiva contribuir com a discussão sobre a categoria “trabalho” no processo de ressocialização do apenado, além de colaborar com a construção do conhecimento. No entanto, para evidenciar este tema foi necessário tecer comentários acerca do processo de reestruturação que se processou no sistema penitenciário do Estado do Espírito Santo, a partir do ano de 2003.  As mudanças ocorreram após denúncias de violações dos direitos humanos nas unidades prisionais capixabas. Neste contexto, o governo investiu em três áreas, que foram essenciais na reconstrução: construção de novas unidades prisionais, contratação de servidores, além de mudanças na esfera gerencial. Para atingir o objetivo da pesquisa foi necessário se apropriar dos métodos qualitativo e bibliográfico com a finalidade de aprofundar o estudo e coletar informações acerca dele.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clemildo de Souza Lima, Secretaria de Estado da Justiça -SEJUS

Clemildo de Souza Lima E-mail: clemildo_souza@hotmail.com

Referências

BAGALHO, Jaqueline Oliveira. Sofrimento e prazer: uma análise psicodinâmica do trabalho prisional. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2015.

BRASIL. Lei Federal nº 7.210, de 11 de julho de 1984. Institui a Lei de Execução Penal. Brasília, 1984. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7210.htm. Acesso em: 1º jun. 2019.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO. Relatório de visita e fiscalização – Estado do Espírito Santo. Brasília, 2013.

Disponível em: http://www.cnmp.mp.br/portal/images/stories/Noticias/2013/Arquivos/Relat%C3%B3rio_ES.pdf. Acesso em: 8 jun. 2019.

DURKHEIM, Émile. As regras do método sociológico. Tradução Paulo Neves. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

ESPÍRITO SANTO. Secretaria de Estado da Justiça do Espírito Santo. Políticas públicas de justiça. Vitória, ES, 2010a.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Lei Complementar nº 743, de 23 de dezembro de 2013. Reorganiza o Plano de Cargos e Carreiras dos Agentes Penitenciários e dos Agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária, pertencentes ao Quadro de Carreira de Pessoal do Sistema Penitenciário e dá outras providências. 2013. Disponível em: http://www3.al.es.gov.br/Arquivo/Documents/legislacao/html/LC%20N%C2%BA%20743.html. Acesso em: 22 jun. 2019.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Concurso público para provimento de vagas nos cargos de Agente Penitenciário e de Agente de Escolta e Vigilância Penitenciário. Vitória, 2006. Disponível em: http://www.cespe.unb.br/concursos/SEJUS2006/arquivos/ED_1_2006_SEJUS_ABT_FINAL.PDF. Acesso em: 2 jun. 2019.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva nos cargos de Agente Penitenciário e de Agente de Escolta e Vigilância Penitenciário. Vitória, 2009. Disponível em: http://www.cespe.unb.br/concursos/SEJUS2009/arquivos/ED_1_2009_SEJUS_ABT_FINAL.PDF. Acesso em: 2 jun. 2019.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro reserva nos cargos de Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária (AEVP) e Agente Penitenciário (AP). Vitória, 2009. Disponível em: https://arquivos.qconcursos.com/regulamento/arquivo/1962/sejus-es-2012-sistema-penitenciario-edital.pdf. Acesso em: 2 jun. 2019.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Presidium instala fábrica em unidade de Colatina. Vitória, 2015. Disponível em: https://sejus.es.gov.br/Not%C3%ADcia/presidium-instala-fabrica-em-unidade-de-colatina. Acesso em: 8 jun. 2019.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Governador visita fábrica de roupas do Xuri. Disponível em: https://sejus.es.gov.br/Not%C3%ADcia/governador-visita-fabrica-de-roupas-em-presidio-do-xuri. Acesso em: 8 jun. 2019.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Lei Complementar nº 761, de 10 de janeiro de 2014. Altera a estrutura organizacional

básica da Secretaria de Estado da Justiça – Sejus e dá outras providências. Disponível em: http://www3.al.es.gov.br/Arquivo/Documents/legislacao/html/LC%20N%C2%BA%20761.html. Acesso em: 8 jun. 2019.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Decreto nº 2.460-R , de 5 de fevereiro de 2010. Dá cumprimento à Lei de Execução Penal e disciplina a organização e funcionamento da Administração Pública, para fins de absorção da mão de obra advinda do sistema prisional, nas parcerias contratuais e conveniais da Administração Pública Estadual, Direta ou Indireta, pertinentes às obras e serviços. 2010b. Disponível em: https://sejus.es.gov.br/Media/sejus/Legisla%C3%A7%C3%A3o/Decretos/DECRETO%202460R%20(ABSOR%C3%87%C3%83O%20DE%20MC3%83O%20DE%20OBRA%20ADVINDA%20DO%20SISTEMA%20PRISIONAL).pdf. Acesso em: 15 jun. 2019.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Lei Complementar nº 879, de 26 de dezembro de 2017. Estabelece o Programa Estadual de Ressocialização de Presos e Egressos do Sistema Prisional do Espírito Santo – Progresso/ES, e dá outras providências. 2017. Disponível em: https://seus.es.gov.br/Media/sejus/Legisla%C3%A7%C3%A3o/Leis/Atualiza%C3%A7%C3%A3o%20Legisla%C3%A7%C3%A3o%20SEJUS%202019/Lei%20Complementar%20n%C2%BA%20879%20de%202017.pdf. Acesso em: 15 jun. 2019.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Decreto nº 2.609-R , de 21 de outubro 2010. Cria Selo Social. 2010b. Disponível em:

https://sejus.es.gov.br/Media/sejus/Legisla%C3%A7%C3%A3o/Decretos/Decretos%20SEJUS%20atualiza%C3%A7%C3%A3o/

DECRETO%20N%C2%BA%202609-R,%20DE%2021%20DE%20OUTUBRO%20DE%202010.pdf. Acesso em: 8 jun. 2019.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Decreto nº 1.531-R , de 30 de agosto de 2005. Inclui na estrutura organizacional da Secretaria de Estado da Justiça – Sejus a Escola Penitenciária do Espírito Santo – Epen. 2005. Disponível em: https://sejus.es.gov.br/Media/sejus/Legisla%C3%A7%C3%A3o/Decretos/Decretos%20SEJUS%20atualiza%C3%A7%C3%A3o/DECRETO%20N%C2%BA%201531-R,%20DE%2030%20DE%20%20AGOSTO%20DE%202005.pdf. Acesso em: 8 jun. 2019.

ESPÍRITO SANTO. Secretaria de Estado da Justiça do Espírito Santo. Cartilha de procedimentos para inserção de presos e egressos no mercado de trabalho. Programa Responsabilidade Social e Ressocialização do Governo do Estado do Espírito Santo. Vitória, 2011. Disponível em: https://

www.google.com/search?q=cartilha+de+procedimentos+para+inser%C3%A7%C3%A3o+de+presos+e+egresso+no

+mercado+de+trabahlo&oq=cartilha+de+procedimentos+para+inser%C3%A7%C3%A3o+de+presos+e+egresso+no+

mercado+de+ trabahlo&aqs=chrome..69i57.40225j0j8 &sourceid= chrome&ie=UTF-8. Acesso em: 2 jun. 2019

ESPÍRITO SANTO. Sejus apresenta modelo de unidade prisional produtiva para empresários. Disponível em: https://www.es.gov.br/Noticia/sejus-apresenta-modelo-de-unidade-prisional-produtiva-para-empresarios. Acesso em: 22 jun. 2019.

FERREIRA, Edson Raimundo. Prisões, presos, agentes de segurança penitenciária, direitos humanos. São Paulo: Loyola, 2003.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Tradução Raquel Ramalhete. 29. ed. Petrópolis: Vozes, 2004.

GASPARI, Elio. As masmorras de Hartung aparecerão na ONU. Folha de S.Paulo, 7 mar. 2010. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc0703201010.htm. Acesso em: 22 jun. 2019.

GOFFMAN, Erving. Manicômios, prisões e conventos. Tradução Dante Moreira Leite. 7. ed. São Paulo: Perspectiva, 1974.

GRESPAN, Jorge. Revolução Francesa e Iluminismo. São Paulo: Contexto, 2003.

INSTITUTO JONES DOS SANTOS NEVES. (Estado do Espírito Santo). Políticas de reintegração do preso e egresso. 2019. Disponível em: http://www.ijsn.es.gov.br/component/attachments/download/6509. Acesso em: 22 jun. 2019.

JUSTIÇA GLOBAL. Violações de direitos humanos no sistema prisional do Espírito Santo: atuação da sociedade civil. 2011. Disponível em: http://www.global.org.br/wp-content/uploads/2015/09/SistemaPrisionalES_2011.pdf. Acesso em: 1º jun. 2019.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos da metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MAIA, Clarissa Nunes et al. (org.). História das prisões no Brasil. 5. ed. Rio de Janeiro: Rocco, 2009. 1 v.

PASTORE, José. Trabalho para ex-infratores. São Paulo: Saraiva, 2011.

PERROT, Michelle. Os excluídos da história: operários, mulheres e prisioneiros. Tradução Denise Bottmann. 4. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

RICAS, Eugênio Coutinho. O nascimento de um sistema prisional: o processo de reforma no Estado do Espírito Santo.

Revista Brasileira de Segurança Pública, São Paulo, p.64-76, 18 out. 2017. Disponível em: file:///C:/Users/Windows/Downloads/858-Texto%20do%20artigo-2084-2-10-20171024%20(1).pdf. Acesso em: 1º jun. 2019.

Publicado

2020-09-03

Como Citar

de Souza Lima, C. (2020). O processo para contratação de mão de obra de detentos no estado do Espírito Santo. REVISTA BRASILEIRA DE EXECUÇÃO PENAL - RBEP, 1(2), 215-232. Recuperado de http://rbepdepen.depen.gov.br/index.php/RBEP/article/view/relatos4

Edição

Seção

Relatos de Experiências e Boas Práticas